“Rir é algo diabólico!”

“Rir é algo diabólico!”

“Rir é algo diabólico!”


Por muito tempo confundiu-se a relação entre a busca de uma vida segundo o desejo de Deus e a humanidade. Havia a compreensão que quanto mais santo, menos humano. Por isso o martírio e as chagas eram bem-vindas. O mau humor também. Quanto mais azedo fosse, quanto mais triste fosse, quanto mais sofrido fosse, mais santo seria.

O riso e a alegria também eram condenados. Rir é diabólico. Chorar e sofrer é sublime.

Há poucas representações artísticas de um Cristo que sorri. Em quase todas, o seu martírio é latente. Mas Jesus sorriu também. E sorrir é algo bem humano.

A busca por uma santidade bíblica me devolveu a ideia de humanidade. Porque ajustou aquilo que eu sou com o que eu deveria ser. Afinal, Deus, ao criar a humanidade, disse: “Isso é muito bom”. Eu sei que Deus não criou nada perfeito, criou perfeitamente. E isso me devolveu a humanidade. Não sou perfeito, mas sou amado de uma forma perfeita. E busco por meio da dependência do Espírito Santo ser igual ao Cristo que me salvou e serve de modelo.

Ser humano é saber que é possível sofrer, chorar e se angustiar. Desde a queda é assim. Um vale de lágrimas de dor e de alegria. E no processo de santificação há o choro, há alegria, há de tudo.

Tentaram tirar a nossa humanidade de muitas formas. Quando fomos vítimas do diabo, o gadareno que o diga. Quando transformaram o meio em um fim quando nos ensinaram sobre as disciplinas espirituais ou quando inventaram que perder e sofrer eram um tipo de condenação por conta do pecado oculto meu ou de um parente distante. Fizeram isso desumanamente.

Sorrir, chorar, estar angustiado, aliviada, firme, inconstante, feliz, satisfeito, insatisfeita. São estados da vida de quem enfrenta a si mesmo em um mundo caído. Faz parte! Estamos em transição e transformação. Há dias de vitórias e há dias de derrota.

É assim.

O post “Rir é algo diabólico!” apareceu primeiro em irmaos.com.


Fonte: Irmãos.com