Fé que ninguém pode tirar

Fé que ninguém pode tirar

Fé que ninguém pode tirar


Ginger tinha seis anos quando ela e sua classe da Escola Dominical fizeram cartões de melhoras para os membros da igreja. O dela era um cartão roxo brilhante que dizia, “Eu amo você, mas acima de tudo, Deus ama você!” Ela e sua mãe fizeram a entrega.

Meu pai estava acamado, o fim estava próximo. Ele conseguiu estender sua mão, mas ela estava curvada como uma garra por causa da doença. Ginger lhe fez uma pergunta que só uma criança de seis anos pode fazer, “Você vai morrer?” “Sim. Quando, eu não sei”. Ela perguntou se ele estava com medo de ir embora. “Embora é o céu”, ele lhe disse. “Estarei com o meu Pai. Estou pronto para vê-Lo olho no olho”.

Um homem perto de morrer, piscando com este pensamento. Privado de tudo? Só parecia assim. No final, papai ainda tinha o que ninguém podia tirar: fé. E no final, isso foi tudo o que ele precisou!

O post Fé que ninguém pode tirar apareceu primeiro em irmaos.com.


Fonte: Irmãos.com