Como o cristão deve se relacionar com a psicologia

Como o cristão deve se relacionar com a psicologia